Tweetie Demo

Nossos Conhecimentos

GEOPROCESSAMENTO

O geoprocessamento e georreferenciamento consistem em poderosas e versáteis tecnologias que oferecem soluções diferenciadas em termos de qualidade, confiabilidade e diversidade para cadastros e regularização de imóveis feitos por meio de vetorização (quadras, lotes e edificações), imagens digitais e sistema de informação geográfica.
Tem como vantagens a atualização de dados cadastrais, promove a regularização de cobrança do IPTU, tem sua gestão integrada das secretarias, seu planejamento é realizado com base em informações espaciais, possui mapas temáticos e censo (divisão geográfica comportamental, social e de utilização de serviços públicos), promove a modernização do cadastro imobiliário, a capacitação dos servidores públicos e utiliza BI (Business Inteligence) para apoio a gestão na identificação do que pode ser regularizado e melhorado, além do auxílio para o planejamento na administração pública.

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS

A demanda por recursos tecnológicos que proporcionem maior praticidade e agilidade na realização das tarefas cotidianas no trabalho, tem exigido dos fabricantes de dispositivos móveis tais como celulares, tablets e smartphones, cada vez maior superação na criatividade e inovação a fim de atender a este requisito.
A estes dispositivos, outras tecnologias como: 4G, GPS, Wifi e outras, foram agregadas e permitiram aos usuários inúmeras possibilidades de utilização. Por este motivo eles estão ocupando cada vez mais espaço na vida das pessoas, pois além da produtividade, há uma melhora no tempo de resposta, com acesso imediato às informações da empresa, maior adaptabilidade, com aumento da receita com eficiência operacional, e acesso seguro e confiável, com recursos que mantêm a confidencialidade das informações dos clientes, protegendo o dispositivo e o hardware.

ARQUITETURA INTEGRADA DE SISTEMAS (AIS)

Como o desenvolvimento das Tecnologias da Informação vem apresentando um crescente número de produtos e serviços, com características de confiabilidade a menores preços, foi possível a crescente integração de sistemas nas organizações, hardware e software .
Estruturados de forma a atender aos processos de negócios por ela promovidos e suportar o fluxo de informações associado.
Esse conjunto de tecnologias, uma vez integradas e estruturadas, chama-se Arquitetura Integrada de Sistemas (AIS). Essas diversas tecnologias viabilizam de forma crescente um cenário de hiper-integração, cada uma com o seu objetivo, sua área de abrangência, de atuação. Uma AIS viabiliza a construção de modelos de negócios tecnologicamente habilitados.

SISTEMAS DE INFRA-ESTRUTURA

Os sistemas de Infraestrutura servem para planejar, documentar, medir, controlar e manter a infraestrutura de TI, suportando ambientes tecnológicos cujas infraestruturas precisam ser adequadas em função das constantes mudanças devido à dinâmica de negócios.
Identifica e recomenda as melhores oportunidades de uso de tecnologia dentro do cenário de negócios no qual a empresa onde atua esta envolvida, numa visão baseada em tendências, aplicabilidade e custo/benefício, alinhado com as melhores práticas de arquitetura corporativa.
Garante a otimização do desempenho da infraestrutura de TI de forma a garantir a eficiência das operações dos sistemas que viabilizam os processos do negócio.

SISTEMAS PARA INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES EMPRESARIAIS

Qualquer organização de média dimensão possui vários sistemas de informação (fruto de sucessivas vagas de inovação) suportados em várias plataformas técnicas.
A Cálix tem soluções de integração prontas e inovadoras de fácil configuração e compatíveis com todas as bases de dados padrão e com tecnologias de gestão de dados, aumentando o rendimento dos negócios e a produtividade, reduzindo os riscos e garantindo um menor tempo de resposta para o mercado.

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG)

Sendo uma forma integrada de administração da informação em uma empresa, auxilia no suporte aos processos operacionais, produtivos, comerciais ou administrativos das empresas. É uma Ferramenta de TI utilizada para integrar os processos empresariais e as atividades dos vários departamentos e ou empresas da cadeia produtiva.
Por ser um sistema de informação, é composto por todos os componentes que manipulam e disseminam dados ou informação. Incluem-se necessariamente hardware e software com pessoas, sistemas de comunicação como linhas telefônicas e os dados propriamente ditos. As atividades envolvidas incluem a introdução de dados, processamento dos dados em informação, armazenamento de ambos, e a produção de resultados, como relatórios de gestão.

ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP)

ERP (Enterprise Resource Planning) ou SIGE (Sistemas Integrados de Gestão Empresarial, no Brasil) são sistemas de informação que integram todos os dados e processos de uma organização em um único sistema. Essa integração pode ser vista por uma perspectiva funcional, como sistemas de finanças, contabilidade, recursos humanos, fabricação, marketing, vendas e compras, e sob uma perspectiva sistêmica como sistema de processamento de transações, sistemas de informações gerenciais, sistemas de apoio a decisão. Sendo assim, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa, possibilitando a automação e armazenamento de todas as informações de negócios.

SUPPLY CHAIN MANAGEMENT (SCM)

O Supply Chain Management (SCM) é uma metodologia que busca alinhar todas as atividades de produção de
forma sincronizada, com o intuíto de reduzir custos e minimizar tempo de ciclo. Tudo isso de uma forma estratégica e integrada, maximizando o valor percebido pelo cliente final. A gestão ou gerenciamento da Cadeia de Suprimentos pode ser definido como uma integração dos processos-chave de negócios desde o usuário final até os fornecedores originais que proveem produtos, serviços e informações que agregam valor para os consumidores e demais interessados no negócio. 

SUPPLIER RELATIONSHIP MANAGEMENT (SRM)

A Gestão do Relacionamento com Fornecedores inclui os processos relacionados com as atividades de compra de uma empresa, tanto de matérias-primas como de bens para consumo interno, fornecimento ou bens que integrarão o estoque, entre outros.
Para alcançar uma rentabilidade sustentável, as diferentes empresas tomaram consciência das vantagens que traz a otimização da cadeia de fornecimento e dos processos de fornecimento. Uma correta gestão das despesas com fornecedores, que consiga reduzir os custos dos bens e dos serviços adquiridos, facilitará o aumento da rentabilidade.
Para potenciar o rendimento da Gestão do Relacionamento com Fornecedores, as empresas de todos os portes utilizam soluções empresariais como o SAP SRM. Esse software de gestão automatiza processos que se encontram entre o fornecimento e o abastecimento. 

CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT (CRM)

O Customer Relationship Management é uma abordagem que coloca o cliente no centro do desenho dos processos do negócio, sendo desenhado para perceber e antecipar as necessidades dos clientes atuais e potenciais, de forma a procurar supri-las da melhor forma. Trata-se, de uma estratégia de negócio, em primeira linha, que posteriormente se consubstancia em soluções tecnológicas. É assim um sistema integrado de gestão com foco no cliente, constituído por um conjunto de procedimentos/processos organizados e integrados num modelo de gestão de negócios. O software que auxilia e apoia esta gestão é normalmente denominado sistema de CRM.

BUSINESS INTELLIGENCE (BI)

É o processo de transformar dados em informação e informação em conhecimento, pode ser definido como a aplicação de técnicas analíticas para informações sobre condições de negócio no sentido de melhorá-las - de uma maneira automatizada, mas com a interpretação e respostas humanas, um conjunto de técnicas utilizadas para extrair inteligência a partir de dados sobre um determinado negócio. O objetivo é converter o volume de dados em informações relevantes ao negócio, através de relatórios analíticos.
São instrumentos essenciais para a tomada de decisões estratégicas e para o futuro da organização. BI é mais do que uma solução de apoio é um diferencial competitivo.

WORKFLOW (WF)

É um Sistema para Gestão de Processos com resultado rápido. A idéia do workflow é conhecida há muito tempo e tem sido consistentemente atrativa como forma de atacar os problemas de negócio. Os problemas aos quais se aplicou a abordagem do workflow geralmente apresentam três características: O principal valor fornecido para os negócios é a coordenação, por exemplo, ao organizar várias contribuições para a preparação de um preço ou ao realizar uma revisão de documentos. Cada instância do processo de negócios em questão é de longa duração, estimado geralmente em dias, semanas ou meses, em vez de minutos. O processo de negócios tem participantes que geralmente contribuem com a maior parte do produto final.

GESTÃO ELETRÔNICA DE DOCUMENTOS (GED)

Significa Gerenciamento Eletrônico de Documentos ou Gestão Eletrônica de Documentos. Em linhas gerais, podemos descrever GED como um conjunto de tecnologias que permite a uma empresa gerenciar seus documentos em forma digital. Esses documentos podem ser das mais diversas origens, tais como papel, microfilme, imagem, som, planilhas eletrônicas e arquivos de texto.
É uma tecnologia que provê um meio de facilmente gerar, controlar, armazenar, compartilhar e recuperar informações existentes em documentos. Os sistemas GED permitem aos usuários acessarem os documentos de forma ágil e segura, normalmente via navegador Web por meio de uma intranet corporativa acessada interna ou externamente, sendo esta última forma mais presente nos dias de hoje. A capacidade de gerenciar documentos é uma ferramenta indispensável para a Gestão do conhecimento.
Os documentos formam a grande massa de conhecimentos de uma empresa e o GED permite preservar esse patrimônio e organizar eletronicamente a documentação, para assegurar a informação necessária, na hora exata, para a pessoa certa.

WEB SERVICES

Os Web Services proporcionam um modo padronizado de integrar aplicativos baseados na Web como um meio de as empresas e organizações se comunicarem sem ter um conhecimento extensivo dos sistemas de TI umas das outras.
É uma solução utilizada na integração de sistemas e na comunicação entre aplicações diferentes.
Web Service é um componente de software identificado por uma URI(Uniform Resource Identifier) que independe de implementação ou de plataforma e pode ser descrito, publicado e invocado sobre uma rede por meio de mensagens padrão XML. As mensagens XML são transportadas usando protocolos padrões da Internet. Com web service é possível realizar a integração entre sistemas desenvolvidos em diferentes linguagens e plataforma, e disponibilizar serviços interativos na Web. É uma tecnologia de padrão aberto e padronizada pelo W3C. Com esta tecnologia é possível que novas aplicações possam interagir com aquelas que já existem e que sistemas desenvolvidos em plataformas diferentes sejam compatíveis. 

CONVERGÊNCIA TECNOLÓGICA

Convergência tecnológica é um termo que, de uma maneira geral, é utilizado para designar a tendência de utilização de uma única infraestrutura de tecnologia para prover serviços que, anteriormente, requeriam equipamentos, canais de comunicação, protocolos e padrões independentes.Faz-se para permitir que o utilizador aceda às informações de qualquer lugar e através de qualquer meio de comunicação por uma interface única e as suas evidências revelam-se em muitos sectores - na economia, na comunicação e na produção, entre outros.
 

REDES SOCIAIS

Hoje com o grande acesso à Internet, é de extrema importância que as empresas tenham um monitoramento e análise de suas redes sociais, observando toda a publicação de conteúdo, bem como a aceitação ou rejeição dos usuários ou clientes.
Com o monitoramento é possível ter acesso ao que é falado sobre a empresa na internet, é possível identificar para que publico a empresa esta se direcionando e qual o alcance que a marca esta alcançando. A partir deste monitoramento é possível saber se a percepção dos usuários é positiva ou negativa
A Análise das Redes Sociais permite estudar, através da identificação dos atores (usuários da rede) e suas ligações, as relações entre os mesmos de forma a poder identificar as formas de interação entre si, contribuindo para o conhecimento sobre a rede social e o seu desenvolvimento. Permite também representar as redes sociais através da representação das ligações entre eles. 

SOCIAL CRM

A utilização das redes sociais vem crescendo aceleradamente no mundo, neste cenário surge o CRM Social, onde a atuação do marketing no sentido de comunicação é indispensável. Por esse motivo as operações de suporte, que devem estar prontas para responder aos problemas reportados nas redes. Com um cenário tão novo assim, as oportunidades para desenvolvimento de novas ferramentas que apoiam o CRM Social são enormes. Uma das características é o gerenciamento de contatos, com e-mail, telefone, endereço, entre outros dados.
Umas das grandes vantagens que esta ferramenta proporciona é a geração de leads ou a busca por oportunidades que se constituem por diversas empresas trabalhando como engajadoras, com um objetivo claro de gerar novos clientes ou prospects. Com estratégias bem definidas, é possível fazer com que a força da empresa seja disseminada por pessoas que têm mais intimidade com os consumidores, obtendo-se, assim, uma aceitação muito maior.